Guarda-Mangualde: relatório ambiental preliminar para prospeção de lítio alerta para riscos

O relatório de avaliação ambiental preliminar do Programa de Prospeção e Pesquisa de Lítio identificou “alguns riscos” nas oito potenciais áreas do Norte e Centro do país, incluindo na àrea de Guarda-Mangualde.
“Da avaliação efetuada constatou-se, ainda que potenciais, alguns riscos e oportunidades de melhoria, que deverão ser devidamente acautelados no âmbito da implementação do programa”, adianta o documento.
Ainda assim e de acordo com a avaliação, o Programa de Prospeção e Pesquisa de Lítio (PPPLítio) “constitui uma oportunidade para que a sociedade e a economia evoluam para descarbonização da economia e prossigam a estratégia da transição energética”.
“O grupo de trabalho do Lítio, refere que ocorreu um aumento da procura de Lítio impulsionado, em grande parte, pela importância desse metal, não só a nível tecnológico, mas em especial pela sua utilização nas baterias de veículos elétricos, e justificado pela circunstância de Portugal dispor de condições geológicas fortemente favoráveis à ocorrência de minerais de Lítio”, é explicado.
No entanto, o relatório indica que o conhecimento geológico e mineiro nas várias áreas com potencial litinífero é “inconsistente e incompleto”, tornando a prospeção e a pesquisa “mais relevante e necessária”.
“Quando a prática dessas atividades de investigação, na sua grande maioria não invasivas, ocorrer de forma responsável e sustentável permite retirar vários benefícios ao mesmo tempo que provoca prejuízos mínimos para o ambiente”, anota.
Entre várias medidas propostas, o documento destaca o desenvolvimento de um plano de documentação, a implementação de mecanismos de reclamação acessível para a gestão de potenciais conflitos e promoção de ações de acompanhamento das atividades de prospeção conjuntas entre a Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) e outras entidades.
Para o ato concursal, o relatório ambiental do PPPLítio alerta para a exclusão de áreas de maior intensidade urbana, funcional e demográfica das operações de prospeção.
Segundo o documento, deve-se ainda privilegiar os fornecedores e a mão de obra locais nas diferentes atividades, não afetando as ocorrências arqueológicas ou arquitetónicas classificadas com valor patrimonial levado, alertando que a intervenção no subsolo deve ser minimizada numa faixa de pelo menos 300 metros em torno da respetiva linha de água.
“As empresas que vierem a executar a prospeção e pesquisa, devem apresentar um plano de eficiência hídrica e de proteção dos recursos hídricos potencialmente afetados. Devem ser utilizadas as melhores técnicas disponíveis de forma a minimizar possíveis impactes”, observa.
O relatório acrescenta que, do ponto de vista ambiental, “a prospeção e pesquisa poderá ter efeitos na qualidade do ambiente nomeadamente no que respeita ao fator ambiental água”, mas que a “grande maioria das atividades […] não gera impactes nos recursos hídricos e hidrogeológicos à escala local e regional”. “[…] Se existirem, representam um risco muito baixo para o ambiente e para a sociedade”, conclui.
A Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) colocou na terça-feira (28 de setembro) em consulta pública o relatório de avaliação ambiental preliminar do Programa de Prospeção e Pesquisa de Lítio das oito potenciais áreas para lançamento de procedimento concursal até ao dia 10 de novembro.
No relatório de avaliação ambiental preliminar, foram analisadas oito áreas do Norte e Centro do país: Arga (Viana do Castelo), Seixoso-Vieiros (Braga, Porto e Vila Real), Massueime (Guarda), Guarda – Mangualde (quatro zonas espalhadas por Guarda, Viseu, Castelo Branco e Coimbra) e Segura (Castelo Branco).

 


Publicidade

 

 


2021-09-29 10:24:09
Autor: Irene Ferreira

Outras Notícias


Local

Centro de Viseu vai contar com um novo espaço verde

Um novo espaço verde com mais de dois hectares vai ficar disponível para fruição pública no centro de Viseu, no âmbito de negociações com privados, anunciou esta quinta-feira (18 de agosto) o presidente da autarquia, Fernando Ruas.
O autarca congratula-se por, após “uma negociação extremamente bem conduzida”, que durou mais de meio ano, o espaço verde da Quinta do Serrado ficar em breve disponível para a comunidade.
“Era algo que nós tínhamos de fazer para ter cada vez mais a afirmação de cidade verde”, frisou, lembrando que, a poucas centenas de metros, se encontra o Parque Aquilino Ribeiro. Segundo Fernando Ruas, a casa principal da Quinta do Serrado será requalificada e futuramente colocada ao serviço da câmara.
O autarca explicou que está prevista “a requalificação da casa pelos promotores, que depois será disponibilizada para a câmara propiciar melhores condições à cultura” e para “apoio às atividades que depois se mostrarem importantes desenvolver naquele espaço verde”.
Fernando Ruas avançou que pretende disponibilizar o novo espaço verde rapidamente, até porque a sua principal preocupação “não é fazer muitas modificações”, uma vez que “tem beleza natural quanto baste”.
O espaço será cedido à autarquia por um período de 30 anos, renovável por mais cinco.

Cultura

Viseu: Museu da Misericórdia acolhe, ainda até domingo, exposição 'Diálogos' (com áudio)

Até domingo (21 de agosto) ainda é possível visitar a exposição “Diálogos. Na beleza das obras contemplamos a beleza do criador", patente no Museu da Misericórdia, em Viseu. 
Uma mostra itinerante promovida pelas Dioceses de Viseu, Aveiro, Lamego e Guarda e que está exposta desde fevereiro.
A coordenadora do Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu, Fátima Eusébio, relembra de que trata a exposição, que termina no domingo.

Local

Lamego: homem foi detido por suspeitas de fogo posto

Por suspeitas de ter ateado um incêndio em área florestal, no concelho de Lamego, um homem de 59 anos foi detido pela Polícia Judiciária.
Segundo as autoridades, o fogo ocorrido no sábado, dia 13 de agosto, colocou em perigo uma densa mancha florestal, habitações, um parque eólico e ainda a circulação na A24. A PJ refere que as consequências do incêndio não foram maiores devido à rápida deteção e intervenção de várias corporações de bombeiros e dois meios aéreos.

Desporto

Mangualde: 'Karaté para todos' juntou mais de 20 crianças e jovens

Mais de 20 crianças e jovens participaram na iniciativa “karaté para Todos”, promovida pelo núcleo de Mangualde da Associação Pais-em-Rede, em parceria com a União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta e o com o Centro Bujutsu de Mangualde.
Segundo a organização, a atividade teve como objetivos promover a consciencialização para a inclusão, assim como dar a conhecer a modalidade do karaté e Parakaraté.
A dinamizar a iniciativa esteve o Sensei Pedro Veloso e o atleta, João Azevedo.

Local

Protocolo estabelece laços de amizade e cooperação entre Viseu e Taiyuan

O Presidente da Câmara Municipal de Viseu e o Presidente da Câmara da Cidade de Taiyuan, Zhang Xinwei, celebraram uma carta de intenção para o estabelecimento de uma relação amigável entre ambas as cidades portuguesa e chinesa.
Numa cerimónia online, ambos os autarcas firmaram um acordo que pretende o desenvolvimento de laços de amizade, entendimento e cooperação em áreas como a economia, o comércio, a ciência e tecnologia, a cultura, a educação, o desporto, a saúde, os recursos humanos, entre outras. Esta é a primeira vez que o município de Viseu inicia relações de geminação com uma cidade chinesa. 
“Viseu e Taiyuan partilham pontos em comum: uma identidade e história com mais de 2500 anos; a preocupação crescente para com a sustentabilidade ambiental, uma cidade mais “verde” e “amiga do ambiente”; a aposta na educação – e na inclusão na educação”, destacou o presidente da Câmara Municipal, Fernando Ruas.
“Mais do que uma carta de intenção, este é um compromisso para com as nossas populações, as gerações atuais e futuras, de trabalhamos conjuntamente para uma cooperação enriquecedora, de partilha de conhecimentos e boas práticas, para o planeamento e concretização de políticas e estratégias municipais de sucesso”, concluiu.

“Tanto Taiyuan como Viseu têm uma longa história e uma cultura esplêndida, têm muitos pontos de convergência. Têm um forte desejo e uma boa base para aprender uns com os outros e alcançar a prosperidade comum”, sublinhou o presidente da Câmara da Cidade de Taiyuan, Zhang Xinwei. “Esperamos sinceramente que a assinatura da carta de intenções seja uma oportunidade para aprofundar ainda mais a cooperação mutuamente benéfica, promover o desenvolvimento comum, dar as mãos, levar adiante o passado e seguir em frente, continuar a escrever um novo capítulo de trocas amistosas num novo ponto de partida e, em conjunto, fazer novos progressos no aprofundamento das relações entre a China e Portugal”, ressalvou o Presidente Zhang Xinwei.

Cultura

Sátão: Festas de S. Bernardo começam esta quinta-feira (com áudio)

A vila de Sátão é palco, entre esta quinta-feira e domingo (18 a 21 de agosto), das tradicionais Festas de S. Bernardo. Uma organização da autarquia e dos Bombeiros Voluntários do concelho.
Esta noite de quinta-feira fica marcada pelo Festival de Folclore e Música Popular.
Segundo o presidente da Câmara Municipal, Alexandre Vaz, a música e animação vão ser uma constante e para todos os gostos.
A par da música, e até domingo, também tem lugar a Feira Anual, a Feira do Gado, a Entrega do Prémio Literário, entre outras atividades. No sábado (20 de agosto), é feriado municipal no concelho.