Caramulo Motorfestival, deste ano, com número record de pilotos

A 16.ª edição do Caramulo Motorfestival conta com o “maior número de sempre” de pilotos, além da presença do primeiro automóvel do mundo ou de um modelo usado na saga James Bond, disse esta quinta-feira (26 de agosto), a organização.
“Temos uma rampa muito completa, a maior de sempre em termos de participantes. Estimamos cerca de 400 automóveis por dia em termos de clássicos que se vão juntar ao evento. Temos um alinhamento de pilotos ótimo”, destacou Salvador Patrício Gouveia.
Entre os pilotos que acelerarão no concelho de Tondela, há presenças como a de Adalberto Melim, em automóvel, e Alex Laranjeira, nas motas, que regressa após “alguns anos”, a que se juntam, entre outros, André Villas-Boas, Pedro Villas-Boas, Luís Lisboa ou Francisco Sande.
“Mais de 100 participantes é um número bastante relevante que nos obrigou a aumentar o número de grupos. Antes, eram três grupos de subidas e, desta vez, vamos ter quatro grupos, o que é uma vantagem para os pilotos que ficam menos tempo lá em cima”, explicou João Lacerda, também da organização.
Entre as “variadas marcas” presentes entre 03 e 05 de setembro no Caramulo, a organização destacou a Aston Martin, que levará para o evento “o DB5 [Goldfinger Continuation], do James Bond, que todos se lembram com as metralhadoras, matrículas rotativas e todos aqueles ‘gadgets’” do automóvel, e “outros vários modelos bastante raros a subir a rampa”.
“Este ano, também são os 135 anos da criação do automóvel e vamos ter um Benz de 1886, o primeiro automóvel do mundo, que vai dar umas voltas dentro do circuito. É um carro com três rodas e que terá um piloto vestido à época”, destacou Salvador Patrício Gouveia.
A GNR “também se estreia enquanto participante com automóveis clássicos e motas”, vai haver “muita adrenalina este ano também com a presença de um ‘powerslide’ que vai subir a rampa de lado” e ainda as presenças “clássicas de pilotos que animam” o Caramulo que também tem os habituais passeios e concentrações.
“Temos a ‘biker’s village, que é outra estreia. O evento está a crescer em termos de área e, neste momento, ocupa cerca de 140 mil metros quadrados, e vai agora conquistar a zona do parque do Sameiro que será a área onde está concentrado tudo o que é duas rodas”, explicou.
O espetáculo aéreo “bate o recorde de aeronaves incluídas, com muito tipo de aviões”, assim como em terra, onde estarão “cerca de 1.000 carros” a participar no evento que inclui, este ano, “duas novas categorias” no festival.
“A rampa que em 1979 tinha 3.500 metros, foi baixando para garantir a segurança e, hoje, tem 2.850 metros de extensão. Apesar de não contar para nenhum campeonato e os pilotos só estarem para se divertir, temos duas novas categorias”, adiantou João Lacerda.
A categoria regularidade conta com 72 automóveis, “na qual o carro mais antigo é de 1914 e o mais recente de 2016” e, há ainda duas “subcategorias para os automóveis pré-guerra e a fórmula V”.
Na categoria velocidade, continuou João Lacerda, estão inscritos “29 automóveis, cinco do campeonato nacional de montanha e oito do grupo um Portugal, que corre no campeonato de velocidade nacional”.
“Ao longo dos dias, cada uma destas categorias irá ter três subidas. Entre subidas de prova e de treino, totalizam seis subidas durante o fim de semana”, explicou João Lacerda, que disse que “estarão 36 marcas diferentes de automóveis, o que traduz a variedade do plantel” no evento que conta com 400 pessoas na organização, 70 das quais voluntárias.
De novo nesta edição, está também a componente social que, segundo a organização, “há muito anos que é desejada, mas que este ano é possível de concretizar com as duas iniciativas que são para manter: ‘The Good Drive’, que junta proprietários de automóveis que possibilitam experiências a pessoas que nunca tiveram essa oportunidade”.
A segunda, é a “Race for Good” fundada por André Villas-Boas, que é embaixador de três instituições de solidariedade social, para as quais está “vinculado de forma emocional”, e que juntou para fazer nascer esta associação que quer tornar IPSS.
“Com a presença que tenho vindo a fazer há uns anos no Caramulo Motorfestival, achei que seria uma parceria ótima para sensibilizar ainda mais as pessoas para as causas, arranjar financiamento de diversas formas, como a venda de produtos”, explicou André Villas-Boas, que não escondeu o desejo de “juntar mais associações à “Race for Good”.
Os três dias de festival decorrem sob medidas de segurança sanitária e que quem não tiver certificado digital de vacinação ou teste negativo, poderá fazer no local, “para que o evento decorra com toda a segurança” e, para isso, cada momento “tem o limite de cinco mil espetadores”.
“Com a presença de até cinco mil espetadores em cada momento, prevemos que seja possível passarem pelo Caramulo Motorfestival cerca de 20.000 pessoas, durante os três dias de iniciativa”, calculou Salvador Patrício Gouveia.


Publicidade

 

 


2021-08-26 14:21:12
Autor: Irene Ferreira

Outras Notícias


Local

Covid-19: Mangualde com 450 doentes recuperados na última semana

Na última semana, o concelho de Mangualde registou 450 recuperados da covid-19. Nesta altura há 639 casos ativos, onde estão incluídas 98 infeções que surgiram nas últimas 24 horas.
Esta quinta-feira, a Câmara de Tondela também atualizou o número de recuperados. Na última semana foram 587. No entanto, nas últimas 24 horas houve a registar no concelho mais 179 doentes de covid-19 e uma morte associada à doença, num total de 73 desde o início da pandemia.
Em Moimenta da Beira foram registados mais 60 infetados com o novo coronavírus, em S. João da Pesqueira mais 42, mais 35 no concelho de Tabuaço e 27 novos casos em Penalva do Castelo.
Desde o passado domingo, em Tarouca, segundo informações da autarquia local, surgiram 132 novos casos.
A nível nacional,  Portugal registou 65.706 novas infeções nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, e mais 41 mortes associadas à covid-19.

País

Covid-19: disponível autoagendamento para pessoas acima dos 18 anos

O autoagendamento da dose de reforço da vacina contra a covid-19 está disponível, desde esta quinta-feira (27 de janeiro), para pessoas com 18 ou mais anos, que tenham completado o esquema primário há cinco meses e não tenham tido infeção há menos de cinco meses.
Para os adultos vacinados com a Janssen há pelo menos três meses, além do autoagendamento, "está agora disponível a modalidade Casa Aberta", indicam as autoridades de saúde em comunicado. 

Saúde

Covid-19: Casa de Saúde, em Viseu, suspense visitas aos utentes

A Casa de Saúde São Mateus, em Viseu, suspendeu as visitas aos utentes internados. A informação é avançada pela unidade de saúde que justifica a medida com "a situação epidemiológica atual". 
A suspensão das visitas acontece por tempo indeterminado.

 

 

País

Testes rápidos de antigénio continuam gratuitos durante o mês de fevereiro

Os testes rápidos de antigénio de uso profissional vão continuar a ser comparticipados no mês de fevereiro, tendo em conta a atual situação epidemiológica do coronavírus SARS-CoV-2, segundo uma portaria publicada esta quinta-feira (27 de janeiro) em Diário da República.
Cada utente pode fazer quatro testes rápidos de antigénio (TRag) gratuitos por mês em farmácias, laboratórios de patologia clínica ou análises clínicas ou outros estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde com registo válido na Entidade Reguladora da Saúde para este efeito.

Cultura

Viseu: Teatro Viriato e Carmo'81 com extensões do festival 'Que Jazz é Este' (com áudio)

No âmbito do festival “Que Jazz É Este?”, organizado pela Associação Gira Sol Azul, está de regresso o ciclo de residências artísticas e concertos no Carmo’81 e no Teatro Viriato, em Viseu.
A iniciativa recomeça, esta quinta-feira (27 de janeiro), com a participação de Cíntia no Carmo`81, mas até ao final de março outras iniciativas estão agendadas, como explica Ana Bento, responsável pela Gira Sol Azul.
Ana Bento aconselha os interessados em assistir aos concertos que façam reserva de bilhete, devido às restrições impostas pela pandemia. Apesar da evolução pandémica, a responsável pela Associação Gira sol Azul diz ter boas expectativas para este ano de 2022.

Local

CIM discute, em São Pedro do Sul, modernização e inovação

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões realiza esta tarde de quinta-feira (27 de janeiro) o “Seminário de Modernização e Inovação na Região Viseu Dão Lafões”. 
O evento que tem lugar, no Auditório do Balneário Rainha Dona Amélia, em São Pedro do Sul, surge no âmbito da candidatura “Modernização Administrativa na Região Viseu Dão Lafões – Um modelo, catorze municípios”, financiada pelo programa operacional CENTRO2020, com um valor superior a 2,7 milhões de €. 
Sob o mote da transformação digital e inovação dos serviços públicos e do estímulo à participação e inclusão dos cidadãos, a iniciativa pretende dar uma perspetiva de como uma estratégia adequada, suportada pelas melhores soluções, pode ser utilizada para promover o envolvimento dos cidadãos na gestão dos territórios e simplificar a sua relação com as autarquias. 
Na conferência são apresentadas diversas iniciativas de mudança, inovação e transformação digital a decorrer nos municípios da região Viseu Dão Lafões, nomeadamente o projeto “Ourcity: Potenciar a Gestão Pública de proximidade com o cidadão”, a “Transformação Digital no Urbanismo”, o “Portal do Munícipe de São Pedro do Sul”, ou ainda “Transformação digital das cidades e regiões inteligentes”.