Mortágua: rali foi adiado devido ao alto risco de incêndio

O Rali de Mortágua, prova pontuável para o Campeonato de Portugal da especialidade e prevista para 10 a 11 de julho, foi adiada para os dias 12 e 13 de novembro deste ano, devido à previsão de temperaturas muito elevadas e com grande risco de incêndio. A Câmara Municipal de Mortágua emitiu um comunicado a explicar que "não estão reunidas as condições de garantir que o Rali de Mortágua possa ser desfrutado em pleno e em segurança devido ao grande risco deincêndios". 
Ao longo dos últimos anos, o município de Mortágua manteve uma parceria com o Clube Automóvel do Centro (CAC) para a realização do Rali de Mortágua, só interrompida o ano
passado devido ao avançar da pandemia da Covid-19. Agora, devido aos incêndios, a autarquia decidiu não avançar com a realização da prova na data agendada e já comunicou ao CAC, entidade organizadora do Rali de Mortágua, bem como à Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). Contudo, e face ao comunicado da autarquia de Mortágua, já foi solicitado à estrutura federativa que a prova avance para os dias 12 e 13 de Novembro de 2021.
"A Câmara Municipal, este ano, continua disponível para manter esta ligação ao CAC, que tem prestigiado as duas instituições e toda a região Centro, com um dos melhores ralis nacionais. Para isso tem que garantir todas as regras de segurança e respeitar todas as imposições da Direção-Geral de Saúde, Proteção Civil e Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios", refere a autarquia de Mortágua em comunicado. "Dando cumprimentos a todos estes pressupostos e indo ainda mais longe, face à previsão de temperaturas muito elevadas e com grande risco de incêndio, ouvimos também os Bombeiros Voluntários de Mortágua e a GNR, e todos foram unânimes em considerar que não estavam reunidas as condições mínimas para garantir a segurança na realização do Rali de Mortágua", pode ler-se na nota da autarquia.
Ainda de acordo com o comunicado, a Câmara Municipal refere que, "a juntar a tudo isto, temos a agravante de ainda estarmos a apenas a cerca de 50% dos níveis da vacinação cujo Centro está instalado no edifício dos Bombeiros Voluntários de Mortágua, onde toda a logística de apoio ao Centro de Saúde está a se feita pelos operacionais da corporação".


Publicidade

 

 


2021-06-11 10:06:20
Autor: Irene Ferreira

Outras Notícias


Local

Covid-19: Mangualde com 450 doentes recuperados na última semana

Na última semana, o concelho de Mangualde registou 450 recuperados da covid-19. Nesta altura há 639 casos ativos, onde estão incluídas 98 infeções que surgiram nas últimas 24 horas.
Esta quinta-feira, a Câmara de Tondela também atualizou o número de recuperados. Na última semana foram 587. No entanto, nas últimas 24 horas houve a registar no concelho mais 179 doentes de covid-19 e uma morte associada à doença, num total de 73 desde o início da pandemia.
Em Moimenta da Beira foram registados mais 60 infetados com o novo coronavírus, em S. João da Pesqueira mais 42, mais 35 no concelho de Tabuaço e 27 novos casos em Penalva do Castelo.
Desde o passado domingo, em Tarouca, segundo informações da autarquia local, surgiram 132 novos casos.
A nível nacional,  Portugal registou 65.706 novas infeções nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, e mais 41 mortes associadas à covid-19.

País

Covid-19: disponível autoagendamento para pessoas acima dos 18 anos

O autoagendamento da dose de reforço da vacina contra a covid-19 está disponível, desde esta quinta-feira (27 de janeiro), para pessoas com 18 ou mais anos, que tenham completado o esquema primário há cinco meses e não tenham tido infeção há menos de cinco meses.
Para os adultos vacinados com a Janssen há pelo menos três meses, além do autoagendamento, "está agora disponível a modalidade Casa Aberta", indicam as autoridades de saúde em comunicado. 

Saúde

Covid-19: Casa de Saúde, em Viseu, suspense visitas aos utentes

A Casa de Saúde São Mateus, em Viseu, suspendeu as visitas aos utentes internados. A informação é avançada pela unidade de saúde que justifica a medida com "a situação epidemiológica atual". 
A suspensão das visitas acontece por tempo indeterminado.

 

 

País

Testes rápidos de antigénio continuam gratuitos durante o mês de fevereiro

Os testes rápidos de antigénio de uso profissional vão continuar a ser comparticipados no mês de fevereiro, tendo em conta a atual situação epidemiológica do coronavírus SARS-CoV-2, segundo uma portaria publicada esta quinta-feira (27 de janeiro) em Diário da República.
Cada utente pode fazer quatro testes rápidos de antigénio (TRag) gratuitos por mês em farmácias, laboratórios de patologia clínica ou análises clínicas ou outros estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde com registo válido na Entidade Reguladora da Saúde para este efeito.

Cultura

Viseu: Teatro Viriato e Carmo'81 com extensões do festival 'Que Jazz é Este' (com áudio)

No âmbito do festival “Que Jazz É Este?”, organizado pela Associação Gira Sol Azul, está de regresso o ciclo de residências artísticas e concertos no Carmo’81 e no Teatro Viriato, em Viseu.
A iniciativa recomeça, esta quinta-feira (27 de janeiro), com a participação de Cíntia no Carmo`81, mas até ao final de março outras iniciativas estão agendadas, como explica Ana Bento, responsável pela Gira Sol Azul.
Ana Bento aconselha os interessados em assistir aos concertos que façam reserva de bilhete, devido às restrições impostas pela pandemia. Apesar da evolução pandémica, a responsável pela Associação Gira sol Azul diz ter boas expectativas para este ano de 2022.

Local

CIM discute, em São Pedro do Sul, modernização e inovação

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões realiza esta tarde de quinta-feira (27 de janeiro) o “Seminário de Modernização e Inovação na Região Viseu Dão Lafões”. 
O evento que tem lugar, no Auditório do Balneário Rainha Dona Amélia, em São Pedro do Sul, surge no âmbito da candidatura “Modernização Administrativa na Região Viseu Dão Lafões – Um modelo, catorze municípios”, financiada pelo programa operacional CENTRO2020, com um valor superior a 2,7 milhões de €. 
Sob o mote da transformação digital e inovação dos serviços públicos e do estímulo à participação e inclusão dos cidadãos, a iniciativa pretende dar uma perspetiva de como uma estratégia adequada, suportada pelas melhores soluções, pode ser utilizada para promover o envolvimento dos cidadãos na gestão dos territórios e simplificar a sua relação com as autarquias. 
Na conferência são apresentadas diversas iniciativas de mudança, inovação e transformação digital a decorrer nos municípios da região Viseu Dão Lafões, nomeadamente o projeto “Ourcity: Potenciar a Gestão Pública de proximidade com o cidadão”, a “Transformação Digital no Urbanismo”, o “Portal do Munícipe de São Pedro do Sul”, ou ainda “Transformação digital das cidades e regiões inteligentes”.